Árvores x Cidades

 

 Árvore & Cidade

 

Já imaginou se todas as árvores de uma cidade fossem completamente mapeadas? Já chegou a pensar em todos os benefícios que elas trazem para nós?

Pois bem, em Nova York isso vem acontecendo desde 2015 por cerca de 2300 voluntários.  Eles tiveram acesso a informações sobre a relação das árvores com o meio ambiente, suas características, influência das condições climáticas, procedimentos de tratamento, medições e quais os benefícios para a comunidade no entorno.

Os benefícios da vegetação foram calculados utilizando fórmulas do Serviço de Florestas dos Estados Unidos. Eles apontam que as quase 685 mil árvores da cidade são capazes de reter 3,7 bilhões de litros de água de chuvas e tempestades, poupando U$10,8 milhões em reparação de danos fluviais e problemas relacionados a inundações. Com as suas árvores, a cidade reduz a emissão de dióxido de carbono (CO²) e de outros gases poluentes em cerca de 1,2 milhão de toneladas, gerando economia de US$ 10,9 milhões. O mapeamento também traz dados sobre a redução do consumo energético na cidade, que gera contenção de US$ 85,2 milhões de dólares anualmente. Anualmente a economia chega a ser de US$ 111 milhões. O portal completo sobre o projeto você consegue ver aqui.

Em São Paulo, a prefeitura também mantém um mapa on-line de suas árvores. A cidade tem 652,385 árvores em ruas, registradas por subprefeitura e por distrito no GeoSampa, mapa digital do município. Mas o catálogo da prefeitura é bastante simples e não tem informações extras. Existem alguns projetos de lei em andamento relacionados, mas nada muito avançado até o momento.