Seu olho na era digital

SEU OLHO NA ERA DIGITAL

 

     Que a tecnologia vem mudando completamente o modo como a sociedade se comporta e até mesmo se organiza não é novidade. A revolução tecnológica trouxe uma necessidade de adaptação não só comportamental, mas também do próprio organismo humano.
     
     De todos os órgãos, os olhos talvez sejam um dos mais exigidos, constantemente expostos a dispositivos eletrônicos com diferentes condições de leitura e luminosidade, exigindo constante esforço e desgaste para manter o foco em cada uma dessas situações.  Levando em conta ainda a quantidade de horas que passamos em frente a telas e monitores, é compreensível o impacto disso em nossa visão. Dentre os problemas a fadiga ocular, provocando cansaço dos olhos, sensação de ardência e dores de cabeça é a mais comum.

     
     Além disso, a superexposição à luz azul-violeta emitida pelas telas afeta diretamente a parte posterior dos olhos, atingindo uma região sensível chamada mácula, cujas células, após danificadas, não se recuperam.  A degeneração macular relacionada à idade é hoje a principal causa de cegueira no mundo e pode ser causada por exposição excessiva e prolongada à luz azul-violeta.

     
     Manter uma distância correta do olho na tela, evitar leituras em movimento, garantir que as telas estejam sempre limpas são coisas que podem ajudar. Embora a gente saiba que essa tarefa seja mais difícil, desconecte-se. Tome um ar. Respire. Isso faz bem pra visão e pra vida.